O seu website está preparado para a indexação mobile-first da Google?

O que é a indexação mobile-first da Google e o que fazer para garantir que o seu website está preparado.

Em 2016 a Google introduziu a indexação mobile-first e em dezembro de 2018 anunciou que “vai usar a indexação mobile-first para mais de metade das páginas mostradas nos resultados de pesquisa globalmente”.

Não há dúvida de que a Google está a virar o seu foco para as pesquisas via smartphone, o que não constitui uma surpresa, já que estes são a maior fonte de tráfego da Google.

O que é a indexação mobile-first?

Como o nome indica, a Google está a dar prioridade à inclusão das versões móveis dos websites no seu índice de pesquisa.

Antes da indexação mobile-first, a Google rastreou e indexou principalmente a versão desktop dos websites mas agora indexa principalmente a versão móvel. O índice mobile-first é o único índice que a Google usa para apresentar resultados de pesquisa. Onde quer que o utilizador da internet pesquise, seja no desktop ou no dispositivo móvel, os resultados da pesquisa são baseados no mesmo índice, que é o índice mobile-first.

Conforme explicado pela Google, esta atualização foi implementada para proporcionar uma melhor experiência aos utilizadores que pesquisam em dispositivos móveis.

Siga os 3 princípios que se seguem, para garantir que o seu website está convenientemente otimizado para dispositivos móveis.

1. Escolha um design web responsivo

Existem várias formas de construir um site ajustado a dispositivos móveis. Pode adotar um design responsivo, optar pela exibição dinâmica de conteúdo ou utilizar um URL diferente, para fornecer conteúdo específico para dispositivos móveis (por exemplo um website mobile no subdomínio “m.omeusite.pt”).

Segundo a Google, embora os 3 métodos sejam reconhecidos, é aconselhavel a adoção de design web responsivo.

Os websites construídos pela PINLION são 100% responsivos e otimizados para a navegação via computador, tablet e smartphone.

2. Não oculte conteúdo aos utilizadores de dispositivos móveis

Quando a Google explicou a razão do lançamento da indexação mobile-first, mencionou que “…os nossos sistemas de indexação, indexação e classificação tipicamente têm usado a versão desktop do conteúdo de uma página, o que pode causar problemas para os pesquisadores móveis quando essa versão é muito diferente da versão móvel”.

Ao desenvolver a versão móvel, alguns programadores preferem bloquear certos recursos dos usuários. Isso pode incluir JavaScript, reprodução automática de vídeo ou textos longos que parecem redundantes em dispositivos móveis e, se essa era uma boa prática no passado, esconder esse conteúdo agora para de dispositivos móveis também significa que ele não será rastreado pela Google. Algo que não é recomendado em termos de SEO móvel.

3. Verifique se o conteúdo é fácil de ler em dispositivos móveis

É especialmente importante garantir que todo o conteúdo do site é de fácil leitura quando se trata de dispositivos móveis. Isto porque quando as pessoas utilizam telemóveis, há grande probabilidade de se distraírem facilmente com chamadas telefónicas e notificações de aplicações. Para lidar com esses curtos intervalos de atenção, o conteúdo deve carregar rapidamente e deve estar diferenciado por títulos e subtítulos.

O QUE
FAZEMOS
NA PINLION

Marketing Digital

Desenvolvimento Web

j

Design Web

Comércio Eletrónico

Domínios Web

Alojamento Web

Manutenção Web

~

Certificação SSL

FALE CONNOSCO

Solicite um orçamento gratuito, fale-nos do seu projeto ou simplesmente entre em contacto connosco.

Parque das Nações

Avenida do Atlântico 16, 14º
1990-019 Lisboa

210 998 917

info@pinlion.com

CONTACTO

7 + 6 =

Todos os dados pessoais são tratados em conformidade com o Regulamento Geral de Proteção de Dados (RGPD UE) 2016/679 do Parlamento Europeu e do Conselho da União Europeia.

PINLION . Digital Marketing Agency
Copyright © 2019 . Todos os direitos reservados
Política de Privacidade . Termos de Utilização . Política de Cookies

Pin It on Pinterest

Partilhe este artigo